Dicas

Terroristas e cybercriminosos apontam smartphones como pouco seguros



Uma pesquisa realizada recentemente que é batizada como Dark Motives online, conhecida também como An Analysis of Overlapping Technologies Used by Cybercriminals and Terrorist Organizations, isto procura compreender a forma como os cibercriminosos e terroristas consegue violar as plataformas de forma tecnológica e online para as utilizar em seu favor.

Neste tipo de documento, são citadas também algumas grandes disparidades enquanto que os cibercriminosos deverão buscar o ganho de forma financeira, os terroristas visam uma divulgação e uma publicidade totalmente gratuita dos seus atos, ao invés de espalhar os malwares. Devido a sua natureza, que é obviamente ilegal dos objetivos, temos os cibercriminosos e terroristas que precisam permanecer irrastreáveis e ainda anônimos.

Terroristas e cybercriminosos apontam smartphones como pouco seguros

Entre alguns exemplos destas ferramentas devem incluir os programas de anonimato, como o TOR, e ferrametnas de forma criptográfica encontradas através da Deep Web. Conforme os estudos terroristas e cibercriminosos se utilizam de técnicas de comunicação parecidas, abaixo alguns métodos mais utilizados são o embassamento de pesquisas entre elas o Trend Micro, The Many Faces of Cibercrime.

Os serviços de e-mail seguros

Saiba que os cibercriminosos japoneses de forma particular utilizam os serviços como o SAFe-mail, para entrarem em contatos entre si por meio de um e-mail de forma indetectável.

O Deep web e os fóruns clandestinos

Estes são bastante comuns entre os criminosos e não apenas para a publicação dos produtos e serviços, mas também deverão servir para discutir uma série de novas técnicas, além de compartilhar as informações e as brincadeiras.

As mídias sociais e os smartphones

Saiba que os cibercriminosos brasileiros utilizam todas as mídias sociais tanto para facilitar o contato de alguns com os outros como para se vangloriar dos seus ganhos por meio de atividades consideradas ilícitas.

Enquanto que os cibercriminosos compartilhem práticas de regatear dinheiro violações, a Trend Micro acabou observando que os terroristas se utilizam os mesmos métodos, mas como um foco voltado para comunicação, as organizações e compartilhamento das propagandas.

Além disto os grupos terroristas também foram vistos distribuindo propagandas e outras informações através dos cartões de sim e de pendrives para disseminar códigos ou se comunicar com outros terroristas através de celulares.

Terroristas e cybercriminosos apontam smartphones como pouco seguros
4.8 (96%) 5 votes
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais vistos

To Top